Os trabalhadores da Sands China com pelo menos um ano de serviço terão direito a licença de paternidade paga de cinco dias. A empresa é a primeira operadora de jogo a avançar com uma medida do género, numa altura em que está em suspenso a revisão da lei laboral sobre essa matéria

 

A partir de 16 de Fevereiro, a Sands China vai pagar cinco dias de licença de paternidade aos seus trabalhadores. De acordo com uma nota de imprensa, funcionários com pelo menos um ano de serviço na empresa são elegíveis para o pagamento da licença de paternidade, que deve ser gozada no prazo de 30 dias após o nascimento do bebé.

“A família é o alicerce da nossa sociedade. A Sands China valoriza o bem-estar dos membros da equipa e o equilíbrio entre trabalho e a vida privada, tendo-se comprometido a implementar políticas direccionadas para as pessoas. Lutamos para responder às necessidades dos nossos trabalhadores, por isso estamos muito satisfeitos por anunciar a nova licença paga”, disse Wilfred Wong, presidente da Sands China, salientando que a nova medida é o “reconhecimento do importante papel do pai nas famílias”.

Wilfred Wong sublinhou ainda que, “com esta nova política, os pais de crianças recém-nascidas terão tempo para estar com as suas famílias e aproveitar esse importante marco, mas também para as apoiar, ajudando a manter uma vida familiar equilibrada”.

A Sands China é a primeira empresa de jogo a avançar com uma medida desta natureza, numa altura em que ainda está em aberto se a revisão da lei laboral incidirá em licenças de maternidade de três ou cinco dias para o sector privado. Actualmente, a lei determina que os novos pais têm direito a faltas justificadas. Na Função Pública, os homens têm direito a cinco dias.

Desde 2013 que, por exemplo, a Associação Geral das Mulheres luta pela legislação desta licença com vencimento. Nessa altura, ainda o lugar de Secretário para a Economia e Finanças era ocupado por Francis Tam, o tema já era discutido com vista a ser enquadrado na revisão da lei das relações de trabalho.

 

L.F.