O Chelsea empatou sem golos na recepção ao Southampton, na 21ª jornada da Liga inglesa de futebol, e atrasou-se na corrida ao título, enquanto o Manchester United continuou o ciclo vitorioso frente ao Newcastle

 

Perante a vitória de terça-feira do Tottenham em Cardiff (3-0), o Chelsea precisava de vencer para continuar a um ponto dos rivais londrinos, que são segundos classificados com 48, e aproximar-se do líder Liverpool. No entanto, novo “tropeção” deixou os “blues” no quarto posto com 44 pontos, a 10 do primeiro lugar e a três dos “citizens” no terceiro lugar, enquanto o quinto classificado Arsenal, que venceu o Fulham na terça-feira (4-1), já está a três pontos.

Por seu lado, o Southampton somou um ponto na luta pela descida, embora os “saints” continuem abaixo da “linha de água”, no 18º posto com 16, a dois do trio imediatamente acima da zona de descida.

O Manchester United somou novo triunfo, mantendo o registo 100% vitorioso desde a saída de José Mourinho, com Ole Gunnar Solskjaer a apostar em Lukaku aos 64 minutos, com o “substituto” a marcar poucos segundos depois o primeiro golo na casa do Newcastle. Rashford, assistido por Alexis Sánchez, fez o segundo aos 80 minutos, consumando a vitória dos “red devils”, que seguem em sexto com 35 pontos, bem acima dos “magpies”, em 15º com 18.

O Wolverhampton, treinado por Nuno Espírito Santo, saiu derrotado (0-2) da recepção ao Crystal Palace, que chegou à vitória com golos de Jordan Ayew (83) e Milivojevic (90), este último de penálti. Os londrinos continuam a recuperar postos na tabela no último mês e seguem em 14º com 22 pontos, seis acima da zona de despromoção, enquanto o “Wolves” perdeu terreno na luta pelos lugares europeus e é oitavo com 29 pontos.

O Burnley visitou e venceu o lanterna-vermelha Huddersfield, enquanto Bournemouth e Watford somaram um ponto cada após empatarem a três bolas, graças a uma primeira parte de “loucos”. Troy Deeney “bisou” aos 14 e 27 minutos, adiantando os “hornets” durante a primeira meia hora de jogo. Entre os 30 e os 40 minutos, registaram-se quatro golos, com Aké a reduzir aos 34, Wilson a fazer de cabeça o 2-2 aos 37, Sema voltar a colocar o Watford na dianteira aos 38 e Ryan Fraser a fazer o 3-3 final aos 40.

O West Ham também recuperou de uma desvantagem de dois golos, na recepção ao Brighton, com as duas equipas a apontarem os tentos em poucos minutos. Stephens e Duffy marcaram aos 56 e 58 minutos, respectivamente, mas o austríaco Arnautovic ‘bisou’ aos 66 e 68.

A jornada encerrou após o fecho desta edição (04:00 em Macau), com o campeão em título Manchester City a receber o líder, o Liverpool, num jogo em que os “reds” poderiam passar a ter 10 pontos de diferença para os “citizens” e nove para os “spurs”.

 

JTM com Lusa