Bernardo Silva continua a destacar-se no City
Bernardo Silva continua a destacar-se no City

Na recepção ao Bournemouth, o Manchester City obteve a 12ª vitória em 14 jornadas e consolidou a liderança na Liga Inglesa

 

Em Manchester, Bernardo Silva abriu a contagem aos 16 minutos e ajudou os “citizens” a colocarem-se provisoriamente com cinco pontos de vantagem no topo da “Premier League” à espera do resultado do Liverpool, que recebe o Everton após o fecho desta edição, no dérbi da cidade.

Aos 44 minutos, Wilson ainda igualou a partida, mas Sterling, aos 57, e Gundogan, aos 79, confirmaram o triunfo do Manchester City, o sexto seguido na prova, numa campanha em que leva 12 vitórias e apenas dois empates.

Por sua vez, o Chelsea venceu o Fulham, por 2-0, e instalou-se à condição no terceiro, graças a golos de Pedro (4’) e Ruben Loftus-Cheek (82’).

Já o Manchester United recuperou de dois golos de desvantagem e empatou (2-2) no campo do Southampton. Depois de Armstrong ter aberto o marcador, aos 13 minutos, Cédric Soares aumentou a vantagem da sua equipa, aos 20, na marcação de um livre directo, mas o Manchester United chegou ao empate com golos de Lukaku (33’) e Herrera (39’).

O resultado manteve-se inalterado na segunda parte, com destaque para a estreia de Diogo Dalot na Liga inglesa com o Manchester United. O lateral português rendeu Shaw aos 73.

Este resultado mantém o Manchester United no sétimo posto, a 16 pontos do líder, mas agora com apenas um ponto de vantagem sobre o Leicester, que obteve uma vitória caseira sobre o Watford, por 2-0.

Destaque ainda para o robusto triunfo do West Ham no campo do Newcastle, por 3-0, com um “bis” de Chicharito Hernández.

 

Real Madrid volta aos triunfos

Na 14ª jornada da Liga espanhola, o Real Madrid redimiu-se do desaire em Eibar (3-0) e derrotou por 2-0 o Valência, com golos de Daniel Wass, aos oito minutos, na própria baliza, e Lucas Vásquez, aos 83.

Com este triunfo, e tirando partido da derrota do Espanyol, o Real Madrid ascendeu ao quinto lugar, com 23 pontos, provisoriamente a três do líder Sevilha e a dois do FC Barcelona.

O Espanyol perdeu por 3-0 na visita ao Getafe. Jorge Molina, aos 55 minutos, Jaime Mata, aos 65, e Antunes, aos 80, foram os marcadores dos golos do Getafe, que ascendeu provisoriamente do 12º ao sétimo posto, com 20 pontos.

O Leganés venceu em casa do Real Valladolid, por 4-2, com golos de Simitros Siovac, Oscar Rodriguez e Guido Carrillo (dois), e ascendeu provisoriamente ao 15º posto. O Valladolid, que segue no 14º lugar, ainda reduziu para 2-1 por Toni Suarez, aos 50 minutos, e para 4-2 por Enes Ünal, já no terceiro minuto dos descontos.

Noutro encontro da ronda de sábado, o treinador Miguel Cardoso conquistou o primeiro triunfo como treinador do Celta de Vigo, ao vencer o Huesca por 2-0, na Galiza.

 

Ronaldo no topo dos marcadores

Cristiano Ronaldo marcou o 10º golo na Liga italiana, de grande penalidade, no triunfo por 3-0 na visita à Fiorentina, igualando o polaco do Génova Piatek no topo dos melhores marcadores. Bentacour, aos 31 minutos, e Chiellini, aos 69, marcaram os restantes golos da heptacampeã italiana, que lidera o campeonato com 40 pontos, mais 11 do que o Nápoles, que visitará hoje a Atalanta. Este foi 13º triunfo da Juventus em 14 jornadas, o quinto consecutivo, que deixou a Fiorentina no 10º posto, com os mesmos 18 pontos de Atalanta e Torino. Antes, Spal e Empoli empataram 2-2.

 

JTM com Lusa