TIMOR-LESTE

Os mini-autocarros da rede de transportes públicos de Timor-Leste estão em greve há três dias contra a decisão do Governo em ampliar o número de licenças num mercado que dizem estar saturado e onde os rendimentos são poucos. Só em Díli, onde segundo o censo de 2015 vivem cerca de 280 mil pessoas, circulam 981 “microletes”, segundo os manifestantes.

 

TURQUIA

O procurador-geral turco pediu ontem a detenção de duas pessoas próximas do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, no caso do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no consulado do reino em Istambul. Ahmed al Assiri e Saud al Qahtani são suspeitos de planear o homicídio.

 

CANADÁ

O grupo de media Thomson Reuters, com sede em Toronto, anunciou o corte de 3.200 empregos nos próximos dois anos, no âmbito de um plano de reestruturação que inclui o fecho de 30% dos seus escritórios no mundo. Segundo a agência de notícias, a redução de postos afectará 12% da sua equipa.

 

EQUADOR

A vice-presidente do Equador renunciou ao cargo, no quadro de uma investigação em que é suspeita de ter recebido pagamentos indevidos quando era deputada. María Alejandra Vicuña negou as alegações de um ex-assessor jurídico, que a acusou de ter exigido um donativo de 20 mil dólares para o seu movimento político.

 

ISRAEL

O Exército de Israel lançou uma operação para destruir túneis do movimento xiita libanês Hezbollah perto da fronteira com o Líbano. Para o Primeiro-Ministro, Benjamin Netanyahu, os túneis violam uma resolução da ONU que visa acabar com a guerra entre Israel e o Hezbollah.