MACAU VAI FORMAR 270 MÉDICOS NOS PRÓXIMOS DOIS ANOS

O director do Centro Hospitalar Conde de São Januário indicou ontem que 170 médicos especialistas estão actualmente a participar em acções de formação, sendo que, no futuro, serão abertas mais turmas para outras áreas. Segundo estimou, cerca de 270 médicos especialistas vão concluir o plano de formação nos próximos dois anos. Para Kuok Cheong U, os médicos especialistas poderão encurtar os tempos de espera no hospital público. O mesmo responsável sublinhou que o plano de formação de especialistas visa preparar quadros para o Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas, para que o hospital possa entrar em funcionamento mal os trabalhos de construção fiquem concluídos.

 

RESIDENTE DA RAEM CONDENADO EM TAIWAN POR ASSÉDIO SEXUAL

Um tribunal de Taipé condenou um residente da RAEM a uma pena de prisão de seis meses, que poderá ser substituída pelo pagamento solidário de mil dólares taiwaneses (266 patacas) por dia durante meio ano, por ter assediado sexualmente uma mulher taiwanesa, que se encontrava embriagada. Durante o julgamento, o arguido confessou a prática do crime. Segundo o “Ou Mun Tin Toi”, o caso ocorreu em Maio deste ano, quando o indivíduo efectuou uma viagem a Taiwan com mais três amigos.

 

CHINA CONQUISTA TRÊS TÍTULOS NO OPEN DE BADMINTON 

Atletas da China venceram três das cinco categorias do Open de Badminton de Macau, que ontem terminou no Pavilhão do Tap Seac. Em singulares femininos, triunfou Cay Yanyan, que derrotou na final a taiwanesa Pai Yu Pi (21-15, 17-21 e 21-6). As outras vitórias surgiram em pares mulheres e pares mistos. O Japão também deu nas vistas nos singulares masculinos, com Kento Momota a bater o indonésio Ihsan Mustofa (21-16 e 21-10). Nos pares masculinos o título foi para a Indonésia. O Open de Macau distribuiu prémios no valor total de 120 mil dólares americanos.

 

ALIBABA BATEU RECORDE DE VENDAS NO DIA DOS SOLTEIROS

O grupo Alibaba anunciou que o “Dia dos Solteiros”, festival de compras realizado no sábado, gerou um volume de vendas de 25,4 mil milhões de dólares nas lojas “online” do gigante chinês do comércio electrónico, o que representa um aumento de 40% face ao ano passado. Com esta marca, o “Dia dos Solteiros” consolida-se como principal evento de compras “online”, superando os números registados pelos festivais norte-americanos “Black Friday” e “Cyber Monday” em conjunto.

 

XI E ABE CELEBRAM “NOVO COMEÇO” NAS RELAÇÕES BILATERAIS

O Presidente chinês. Xi Jinping, e o Primeiro-Ministro japonês. Shinzo Abe, comemoraram um “novo começo” nas relações entre os dois países, após uma reunião no Vietname, na qual concordaram em trabalhar de forma mais estreita em relação à Coreia do Norte. “O Presidente Xi disse que esta é uma reunião que marca um novo começo nas relações entre o Japão e a China. Eu sinto a mesma coisa”, disse Shinzo Abe, aos jornalistas.

 

TRUMP CHEGA A MANILA COM VONTADE DE MEDIAR DISPUTAS MARÍTIMAS

O Presidente americano desembarcou ontem nas Filipinas para a cimeira da ASEAN, horas depois de se ter oferecido para mediar as disputas envolvendo o Mar do Sul da China, motivo de prolongadas tensões na região. Será a parte final de uma viagem de Trump pela Ásia que, apesar da sua política “América primeiro”, pretende demonstrar que o seu governo continua comprometido com uma região que Pequim vê como seu domínio estratégico.

 

CHINA E TAIWAN COLABORAM EM SATÉLITE PARA PREVER SISMOS

A China e Taiwan fecharam um acordo para cooperar num satélite de detecção de ondas electromagnéticas que possa prever sismos. O satélite será lançado no próximo ano, no âmbito de um projecto conjunto ontem revelado pelo jornal “South China Morning Post”. Alguns sismos geram anomalias electromagnéticas antes de ocorrerem, e este projecto pretende detectar esses fenómenos para tentar prever os sismos, que afectam regularmente tanto a China como Taiwan. Esta cooperação representa um marco, principalmente tendo em conta a actual relação política entre as duas partes, desde a subida ao poder, no ano passado, da Presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, de um partido pró-independentista.

 

PEQUIM VAI ABRIR SECTOR FINANCEIRO AO CAPITAL EXTERNO

O Ministério das Finanças da China anunciou medidas que praticamente irão abrir todo o seu sector financeiro ao investimento estrangeiro e permitirão que empresas de outros países sejam, em poucos anos, accionistas maioritários de bancos, seguradoras ou companhias de gestão de valores mobiliários, fundos e futuros. Entre outras decisões, Pequim vai abolir o actual limite máximo de 20% na compra de acções de bancos ou gestores de fundos para accionistas individuais de outros países. O plano implica também a revogação da quota máxima de 25% para o conjunto de accionistas estrangeiros numa dessas entidades financeiras.