O Largo junto ao Jockey Club voltou a ser animado pelos crentes de Phra Phrom, o Deus tailandês que simboliza a riqueza e cujo aniversário se celebrou ontem. Um dos organizadores aproveitou a ocasião para elogiar a RAEM, por ser uma terra de crenças diversificadas que “permite o convívio harmonioso entre religiões diferentes”

 

Rima Cui

 

A comunidade tailandesa residente em Macau celebrou ontem o aniversário de Phra Phrom, conhecido por “Deus com quatro corpos”. O ritual decorreu no Largo do Jockey Club e começou pelas 16:09, “hora da sorte” para quem crê nesta divindade. A cerimónia de adoração foi o foco central da ocasião, momento em que entre 100 e 200 crentes dançaram da forma típica em adoração à divindade que representa a riqueza na cultura tailandesa.

A abertura ao público começou pelas 17:30 e estendeu-se até à meia-noite, permitindo que as pessoas vissem de perto a estátua de Phra Phrom e oferecessem flores.

Esta foi a 11ª edição das comemorações do aniversário de Phram Phrom em Macau, sendo que a Comissão organizadora decidiu trazer o Deus para o território na expectativa de divulgar a cultura religiosa tailandesa.

“Além disso, temos confiança na organização desta actividade porque acreditamos que Macau é uma terra de crenças diversificadas que permite o convívio harmonioso entre religiões diferentes”, sublinhou Chan, responsável da Comissão Organizadora da cerimónia.

Em declarações ao Jornal TRIBUNA DE MACAU, indicou que todas as edições têm gerado um “aparato emocionante”. “As pessoas costumam formar filas muito longas para terem a oportunidade de ver o Deus da Tailândia”, disse o mesmo responsável, garantindo que não são apenas os tailandeses a viver no território que marcam presença no evento.

Phra Phrom está ligado à cultura do Hinduísmo. Segundo as crenças tailandesas, além de simbolizar a riqueza, Phra Phrom tem como função proteger os crentes. Devido à proximidade geográfica, também é adorado em Hong Kong, Macau e Taiwan.