A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou, numa pensão ilegal situada nas proximidades da zona do Iao Hon, um esquema de prostituição que terá operado durante um ano em Macau, acabando por identificar seis mulheres da China Continental e uma do Vietname, para além de dois “clientes”. A denúncia foi feita pela associação de moradores da zona, sendo que a vice-presidente da Associação de Confraternização dos Moradores do Bairro do Antigo Hipódromo da Areia Preta e Iao Hon queixou-se do facto de muitos “esquemas” de prostituição se terem deslocado para o norte da cidade devido ao ajustamento económico. Cheang Lai Ha alertou também para a gravidade da situação envolvendo prostituição em sete edifícios da zona mais antiga do Iao Hon, local de grande mobilidade, o que pode constituir um entrave à acção da polícia.

 

R.C.