Os restaurantes que participam no Festival de Gastronomia deste ano mostram-se confiantes no sucesso desta edição, prevendo um crescimento de 20% nas receitas

 

Catarina Almeida*

 

Até ao próximo dia 26, o Festival de Gastronomia oferece um leque variado de pratos e iguarias e muita animação no largo em frente à Torre de Macau. O evento começou na sexta-feira com a presença de 150 restaurantes e, apesar do tempo chuvoso, alguns comerciantes estimam que o fluxo de clientes cresceu entre 20% a 30% face à edição anterior. Ao Jornal “Ou Mun”, alguns vendedores indicaram que turistas e alunos representaram a maior parte dos visitantes no fim-de-semana.

Neste contexto, muitos comerciantes manifestaram-se confiantes no negócio durante esta edição do evento gastronómico, prevendo um crescimento de 20% nas receitas face ao resultado do ano passado.

Para incentivar os negócios, muitas bancas optaram por reduzir os preços. A título de exemplo, um restaurante de Guangdong está a oferecer descontos de 60% a 70%.

Já um restaurante de comida ocidental, que se estreia no evento, oferece um menu com preços entre 20% a 30% mais baratos. O proprietário deste estabelecimento acredita que, até ao final do Festival, deverá conseguir vender uma média de 100 lagostas e 60 caixas de arroz com enguias por dia. Por outro lado, a proprietária de um restaurante coreano apontou que cada cliente gasta em média 100 patacas.

À semelhança de outros anos, os Serviços de Protecção Ambiental (DSPA) voltaram a implementar um plano de redução de resíduos durante o Festival. Em parceria com a União das Associações dos Proprietários de Estabelecimentos de Restauração e Bebidas, a DSPA colocou contentores para a recolha de resíduos alimentares das tendas de comida no recinto do festival. “Os desperdícios alimentares aí recolhidos serão processados e depois reaproveitados como fertilizantes orgânicos”, indicou o organismo.

Além disso, apelou aos participantes para levaram utensílios de mesa “amigos do ambiente” no sentido de “motivar os estabelecimentos de comida a continuar a utilizá-los mesmo depois do Festival de Gastronomia findar”.

 

* com R.C.