O Presidente da República lamentou ontem a morte do bispo do Porto, António Francisco dos Santos, considerando que deixa “a memória de um homem bom, de uma integridade plena, em comunhão de vida com os valores cristãos”. Marcelo Rebelo de Sousa reagiu à notícia da morte do bispo do Porto durante uma visita à Associação Escola 31 de Janeiro, na Parede, no concelho de Cascais, colocando uma gravata preta em sinal de luto. “Eu queria dizer uma palavra muito curta, mas muito sentida, pelo desaparecimento de um querido amigo, mas, sobretudo, de um querido amigo do Porto, uma grande figura da Igreja Católica Portuguesa”, declarou. Natural da freguesia de Tendais, concelho de Cinfães, diocese de Lamego, António Francisco dos Santos morreu ontem, aos 68 anos, vítima de ataque cardíaco. António Francisco dos Santos era bispo de Aveiro quando, em Fevereiro de 2014, foi nomeado bispo do Porto pelo Papa Francisco.