A Loja Social da Santa Casa da Misericórdia distribuiu no sábado cabazes de primeira necessidade a mais de 360 famílias carenciadas, elevando para 4.278 o total de agregados apoiados mensalmente ao longo de 2017. A última distribuição deste ano contou com o patrocínio de 300 mil patacas dos filantropos Wu Zhi Wei e Vong Ka Hou, numa iniciativa que também evidenciou a solidariedade de voluntários da Associação dos Jovens Macaenses, que ajudaram na entrega das centenas de cabazes nas instalações da Loja Social, anexas ao Centro de Reabilitação de Cegos. Na cerimónia de entrega simbólica dos cheques ao Provedor, António José de Freitas, e Presidente do Conselho Fiscal da Irmandade, José Ricardo das Neves, estiveram ainda presentes as representantes da União Geral das Associações de Moradores (UGAMM), Ng Sio Lai, e da Federação das Associações Laborais de Macau (FAOM), Ieong Sok Chong. Este projecto de solidariedade social, a funcionar de forma ininterrupta desde Fevereiro de 2013, visa acudir às necessidades dos agregados mais fragilizados, sobretudo entre as famílias monoparentais, ou integrando idosos, deficientes e enfermos, cujo rendimento familiar é insuficiente para o seu sustento. A triagem das famílias apoiadas é feita pela UGAMM e FAOM, incluindo outros casos emergentes, chegados ao conhecimento da Irmandade da Santa Casa.