À terceira foi de vez para Omar Mosaad. Depois de duas participações em Macau onde caiu sempre nas primeiras fases, o atleta egípcio conquistou ontem o Open de Squash ao bater o britânico Adrian Grant, por 3-2, numa final disputada num “court” de vidro instalado na Praça da Amizade. “Era o número um deste torneio, por isso, esperava-se que fosse favorito, mas neste desporto tudo pode mudar, e quem jogar melhor pode ganhar. Estou muito contente por ter vencido o torneio”, disse Mosaad ao JTM, no final do Open de Squash. O jogador, número 11 do ranking mundial, deixou ainda uma palavra ao torneio de Macau, considerando que é positivo não só para o crescimento dos jogadores locais, como também para os “grandes” nomes da modalidade. Dipika Pallikal, venceu de forma algo surpreendente, a final feminina, por 3-1, sobre Rachel Grinham. A atleta indiana era apontada como a quarta favorita mas conseguiu levar a melhor no “court”  improvisado que contou com uma boa moldura humana.

 

P.A.S.