HÁ 20 ANOS

Há 20 Anos

 

AGRESSÃO A DIPLOMATA

VOLTA A PÔR SEITAS EM CAUSA

Na passada sexta-feira, cerca das 21 horas, dois funcionários da delegação chinesa ao Grupo de Ligação Conjunto foram agredidos na Rua Francisco Xavier Pereira, durante uma discussão provocada pelo mau estacionamento de um carro que impedia a saída do veículo dos referidos funcionários da garagem do prédio onde vivem. Segundo um comunicado da representação chinesa do GLC, o incidente envolveu o segundo secretário da delegação e o seu motorista, cujas identidades não foram divulgadas. Tudo terá começado quando os dois funcionários do GLC abandonaram as suas residências na Francisco Xavier Pereira e se dirigiram ao parque de estacionamento privado pertencente ao edifício onde vivem. Entraram no seu carro que ostentava uma placa do corpo diplomático, logo verificando que a saída se encontrava bloqueada por outro automóvel no momento sem ocupantes, o que os levou a recorrerem à utilização da buzina do seu veículo para chamarem a atenção dos donos do carro indevidamente estacionado, que só apareceram muitos minutos depois. Tratava-se de um grupo de três pessoas, dois homens e uma mulher também de etnia chinesa. Naturalmente, os dois funcionários do GLC exprimiram de imediato a sua indignação, perante o que lhes pareceu uma clara falta de civismo. Em vez de darem a razão à razão, os três indivíduos ripostaram com frases soezes e ameaças de vária ordem. Então, o motorista do GLC não teve outro remédio senão tentar chamar a polícia. Foi nessa altura que os três decidiram passar das palavras aos actos, lançando-se sobre os dois funcionários da delegação chinesa. Estes procuraram defender-se dos seus agressores e talvez o tivessem conseguido, se de repente não surgissem mais três ou quatro indivíduos no parque, decerto conhecidos dos atacantes, pois tomaram imediatamente o partido destes. E utilizando barras de ferro e pedras acabaram por ferir os dois funcionários do GLC, ensaiando depois todos eles uma fuga precipitada quando se aperceberam da aproximação de alguns vizinhos dos ofendidos.

 

TV EDUCATIVA

RECOMEÇA

A Televisão Educativa de Macau retoma hoje as suas emissões nos dois canais da Teledifusão de Macau. No canal cantonense, a TVEM passa a apresentar diariamente o nível 1 dos cursos de Mandarim e Português, enquanto aos fins de semana emitirá as lições do nível de Iniciação de Mandarim e Português, mais programas culturais de Portugal e China, e Educação Cívica. No canal português da TDM, a TVEM passa diariamente a apresentar as lições do nível 1 de Mandarim e Cantonense, para aos fins de semana emitir o nível de Iniciação dos cursos de Mandarim e Cantonense, mais programas culturais de Portugal e China.