Eva Cabral*

Eva Cabral*

PUIGDEMONT CONTRA JUSTIÇA ESPANHOLA – São seguramente os dias mais difíceis de Filipe VI de Espanha. O presidente destituído da Generalitat catalã, Carles Puigdemont, deu uma entrevista à Catalunya Ràdio em que diz saber que, caso seja concedida a extradição, “todos sabemos que podemos acabar na prisão”. Puigdemont referia-se a ele próprio e aos seus colaboradores, também fugidos em Bruxelas: Clara Ponsatí, Lluís Puig, Toni Comín e Meritxell Serret. Na linha do que escreveu no The Guardian, o catalão insurgiu-se contra o “pulso totalitário” de Mariano Rajoy e do governo de Madrid, que “roubaram” aos catalães uma legislatura, um governo e um parlamento”. Uma equipa de reportagem da Catalunya Ràdio viajou até Bruxelas para ouvir Carles Puigdemont criticar a aplicação do artigo 155º da Constituição espanhola – que suspendeu a autonomia regional e destituiu Puigdemont. O presidente destituído indicou que quer levar o Governo de Madrid ao Tribunal Europeu em Estrasburgo, para que Rajoy “passe uma vergonha”.

 

MNE DIZ QUE CASO CATALUNHA É SENSÍVEL – De todos os europeus os portugueses são os que mais afectados podem ser pelo dossier Catalunha. O ministro dos Negócios Estrangeiros português escusou-se, assim, a comentar a prisão preventiva de oito ex-governantes da Catalunha e disse que a situação política naquela região “é sensível” para os interesses portugueses. “Entendemos que a questão catalã é interna ao Estado, à sociedade e ao povo de Espanha. Respeitamos a Constituição espanhola e não comentamos decisões judiciais tomadas pelas autoridades competentes”, disse, no parlamento, o ministro Augusto Santos Silva, numa alusão à colocação em prisão preventiva de oito ex-governante catalães pela Audiência Nacional espanhola. Para o Governo português “o quadro da Constituição e do processo político é o quadro adequado para o diálogo responsável entre os agentes e as instituições políticas pertinentes”.

 

MATAR A GALINHA DOS OVOS DE OURO – Durante a campanha para as eleições autárquicas, os bloquistas já tinham defendido a mesma ideia: a subida da taxa turística em Lisboa para dois euros. Um política de ir sacar dinheiro onde parece ser fácil , nem que se mate a galinha dos ovos de ouro. Tal como no Governo, dentro do município de Lisboa as negociações entre o PS e o BE vão passar a ser uma constante nos próximos anos. Socialistas e bloquistas inscreveram no acordo firmado para a câmara da capital que o “valor da taxa turística será reavaliado até 1 de Janeiro de 2019”.Trata-se de uma solução de compromisso: o BE, por intermédio do vereador Ricardo Robles, levou para a mesa das negociações a ideia de duplicar o valor da taxa turística de um euro por noite já em 2018. Medina recusou, mas comprometeu-se a reavaliar o valor até ao início de 2019. Durante o período de campanha das eleições autárquicas, os bloquistas já tinham defendido a mesma ideia – a subida da taxa turística para dois euros.

 

PARCERIA ENTRE DOIS GIGANTES – A Volkswagen e a Google formalizaram uma parceria para o desenvolvimento da computação quântica, com o objectivo de avançar nos projectos de investigação e desenvolvimento de novos materiais compósitos para a indústria automóvel, de baterias mais eficientes para os veículos eléctricos e na optimização da gestão do tráfego urbano, revelou  a divisão do IT Data Lab do Grupo Volkswagen, na Web Summit, em Lisboa. Liderado por Martin Hofmann, presidente executivo (CEO) do IT Data Lab do Grupo Volkswagen (VW), o projecto de parceria estratégica com a Google vai cooperar no desenvolvimento destas três áreas – matérias, baterias e tráfego urbano – e será centrado em Munique, na unidade de computação quântica do Grupo VW, coordenada por Christian Seidl, apoiada pela unidade da VW em São Francisco, nos EUA, onde Florian Neukart coordena a investigação na área do planeamento do tráfego urbano.

 

CRISTAS VAI A CONGRESSO – É uma líder consolidada pelos bons resultados em Lisboa que se apresenta no  27º Congresso do CDS-PP foi marcado para 10 e 11 de Março de 2018, numa reunião do Conselho Nacional centrista , ficando por decidir o local. O Conselho Nacional volta a reunir-se no dia 5 de Janeiro e até lá as estruturas podem candidatar locais à realização da reunião magna centrista, à semelhança do que aconteceu no último Congresso, em que a escolha recaiu sobre Gondomar. A actual presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, foi eleita presidente em Março de 2016 no último congresso do partido, sucedendo a Paulo Portas.

 

TUBARÃO-COBRA NO ALGARVE – Um tubarão-cobra, considerado uma das espécies mais antigas, foi capturado na costa algarvia, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). O animal “pré-histórico”, um macho com cerca de 1,5 metros de comprimento, foi pescado em Agosto, a 700 metros de profundidade. Investigadores do IPMA e do Centro de Ciências do Mar registaram a captura do tubarão “com características pouco comuns” a bordo de um arrastão comercial, no âmbito da “iniciativa para a minimização das capturas indesejadas nas pescarias europeias”. A espécie possui “um corpo longo e esguio e uma cabeça que lembra a de uma cobra, sendo a sua biologia e ecologia pouco conhecidas”. O tubarão-cobra pode ser encontrado em todo o Atlântico, incluindo a costa da Noruega e águas da Escócia, da Galiza, dos Açores, da Madeira e das Canárias, no Índico e no Pacífico, nomeadamente no Japão, na Austrália e na Nova Zelândia. Esta espécie, da qual já foram encontrados fósseis com milhões de anos, é pouco pescada devido à profundidade a que vive.

 

* Jornalista. Assessora de Passos Coelho nos XIX e XX Governos Constitucionais.