20140922-05fMacau conquistou já duas medalhadas de prata nos Jogos Asiáticos de Incheon, na Coreia do Sul, nas modalidades de wuhsu

 

Domingo foi um bom dia para os atletas de Macau que conseguiram conquistar as primeiras medalhas nos Jogos Asiáticos de Incheon, que se estão a disputar na Coreia do Sul. Jia Rui e Li Yi foram os protagonistas ao alcançarem ambos a medalha de prata nas modalidades de “wushu”, o atleta masculino na variante “Changquan, e a atleta feminina em “Jiagnshu” e “Qiangshu”.

Em relação à prova de Jia Rui, o ouro acabou por ficar em “casa”, com o sul-coreano Lee Ha-sung a levar a melhor, enquanto que o terceiro lugar do pódio ficou para Ichikizaki Daisuke, do Japão.

Em relação ao “medalheiro”, os atletas chineses estão na liderança, com um total de 32 medalhas, mais uma que os sul-coreanos, que também estão a fazer uma grande prestação. Em terceiro lugar surge o Japão, com um total de 26 medalhas.

Os sul-coreanos estão na liderança no que concerne ao número de medalhas de ouro (12), lugar que partilham com a China, enquanto o Japão segue novamente na terceira posição (7 medalhas de ouro).

 

Indonésia acolhe Jogos Asiáticos em 2018

O Conselho Olímpico da Ásia anunciou ontem que a Indonésia vai acolher os Jogos Asiáticos em 2018.

Os líderes desportivos do continente tiveram de encontrar uma alternativa depois do Vietname ter anunciado, em Abril, que não conseguia arcar com os custos da organização dos Jogos.

“O conselho executivo aprovou hoje [ontem] que, em 2018, os Jogos Asiáticos vão ser realizados em Jacarta, na Indonésia”, disse o presidente do conselho, Sheikh Ahmad Al-Fahad Al-Sabah.

O responsável do Comité Olímpico indonésio, Ade Lukman, disse, em declarações à agência AFP, estar “encantado” com a notícia. “Ser seleccionado para acolher os Jogos Asiáticos é uma honra para os indonésios”.

Os Jogos Asiáticos são a maior competição multidesportiva depois dos Jogos Olímpicos. Este ano estão a ser disputados em Incheon, na Coreia do Sul, contando com a participação de 13 mil atletas e treinadores de 45 países e territórios.

 

P.A.S.