Ben Wang, designer com mais de 28 anos de experiência, venceu o concurso de desenho dos uniformes para “croupiers” do Grand Lisboa Palace. As peças de vestuário vão ser produzidas por pequenas e médias empresas locais

 

Rima Cui

 

A Sociedade de Jogos de Macau (SJM) premiou ontem o vencedor do concurso de design de uniformes, cuja criação será vestida pelos “croupiers” do Grand Lisboa Palace.

O concurso estava aberto a residentes com mais de 21 anos e recebeu um total de 43 propostas. Os três primeiros seleccionados vão ter as suas obras em exposição em casinos da SJM.

O resultado não surpreendeu Ben Wang, vencedor do concurso, pois já “se concentra” nessa área há 28 anos. Em declarações ao JORNAL TRIBUNA DE MACAU, o designer defendeu que a vitória foi “merecida” e reflectiu “o nível de esforço” da sua equipa que preparou vários modelos e avaliou a qualidade do produto antes de o apresentar.

O uniforme escolhido exibe as cores preto e laranja pois, segundo defende o artista, “são simples e elegantes”. O artista apontou também as vantagens dos “bons materiais” utilizados, que permitem que a roupa seja mais confortável, transpirável e de desgaste mais difícil. Assegurou mesmo que os “croupiers” vão “apaixonar-se pelo uniforme”.

Ben Wang referiu como obstáculo à concretização do projecto a pequena dimensão do mercado de Macau que motivou deslocações frequentes a Hong Kong e à Província de Guangdong para aquisição de materiais.

Para o designer, no mercado de Macau há uma procura elevada neste campo, já que muitos hotéis e empresas dão muita importância à sua imagem, procurando uniformes “à medida”, dignos de uma “classe elevada”.

A SJM destacou que, além de promover o design local, a iniciativa vai implicar a colaboração de pequenas e médias empresas locais que deverão produzir os uniformes.

Por sua vez, o director do Centro de Produtividade e Transferência de Tecnologia de Macau, sublinhou que a instituição que dirige tem apoiado muito o sector da moda local, através da realização de vários concursos que dêem mais oportunidades às pessoas que trabalham nesta área.

Para Shuen Ka Hung, a competição promovida pela SJM é um bom exemplo que irá enriquecer a experiência dos “designers” e incentivar uma maior interacção com as empresas para que se preparem para futuras oportunidades de negócio.