Director José Rocha Dinis | Director Editorial Executivo Sérgio Terra | Nº 4182 | Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Chau Pak Kei testa ambições do Sporting

20130321-120f
Sporting de Macau é líder isolado do campeonato

 

É o segundo teste mais a sério para os “leões”, depois de terem derrotado o Monte Carlo na abertura do campeonato. O Chau Pak Kei está remodelado e pode dificultar favoritismo do líder da prova. Monte Carlo prepara-se para aplicar mais uma goleada

 

Vítor Rebelo

 

No início desta temporada da Liga de Elite, Sporting e Chau Pak Kei estavam, teoricamente, em pé de igualdade, em termos de objectivos definidos, ou seja, apesar do investimento feito, ambos não se apresentavam candidatos ao título e os seus treinadores diziam que ficar entre os primeiros quatro já seria positivo.

Ao fim de quatro jogos realizados pelas duas equipas, o balanço é mais favorável aos “leões”, ainda que não se possa dizer que o “onze” de João Pegado e Mandinho tenha invertido a meta a atingir, mas o certo é que “já incomoda” os crónicos candidatos, como são Monte Carlo, Benfica e Ka I.

Por isso mesmo e atendendo à campanha do Sporting, resultados e exibições em conjunto, o clube de matriz portuguesa apresenta-se para este jogo de amanhã com maior dose de favoritismo, até porque lidera isolado o campeonato.

Mas não deixa de ser um encontro de “equipas do mesmo campeonato” e aí a expectativa cresce, porque se trata de uma partida cujo vencedor passará a alimentar esperanças de ir mais além nos tais objectivos estabelecidos no início da época, apesar de faltarem vários jogos, numa Liga que é curta.

O Chau Pak Kei vem de um desaire face ao Ka I, tendo sofrido o único golo já em período de descontos, depois de um jogo muito irregular, no qual entrou muito bem e depois se deixou cair, curiosamente quando ficou a jogar com mais uma unidade do que o adversário, por expulsão de Fernando Sá.

Quanto ao Sporting, não desperdiçou um ponto sequer, o que não deixa de ser notável e surpreendente, tendo já no seu currículo de I Divisão uma vitória sobre o actual campeão, Monte Carlo.

Os “verde brancos” estão quase na máxima força, apenas não se sabendo se a dupla técnica irá utilizar de início ou não o central Edgar Teixeira, que esteve parado devido a lesão e já fez alguns minutos no desafio anterior diante do Lai Chi.

 

Diego em dúvida

O Chau Pak Kei poderá ter mais problemas caso o brasileiro Diego não esteja em condições de alinhar, depois de ter sofrido um traumatismo no olho, por causa de uma forte bolada que levou no encontro com o Ka I.

“Não sei ainda se vou poder jogar. Estou à espera que o médico avalie a situação e diga se realmente estou em condições ou não, mas as primeiras indicações  depois da lesão era que deveria parar por uma ou duas semanas. Não tive deslocamento da retina, mas o derrame no interior do olho ainda não me permite ver a cem por cento”, palavras de Diego, sem dúvida uma das mais valias deste Chau Pak Kei.

O médio centro, que está a fazer a segunda época em Macau, depois de ter representado o Ka I e de ter sido campeão na Bolinha, tem sido um elemento-chave na formação de Ignacio Hui, pelo que a sua ausência pode criar sérias dificuldades ao treinador, num plantel onde as soluções não são muitas e onde a aposta essencial é dar experiência aos jovens locais.

“Claro que o Chau Pak Kei vai entrar para ganhar e os seus jogadores querem ser campeões, mas penso que o Sporting se apresenta com outras ambições, depois de ter derrotado o Monte Carlo e se encontrar nesta altura a liderar o campeonato. A nossa equipa tem como objectivo imediato, segundo dizem os responsáveis, investir nos jogadores locais mais novos e por isso o nosso plantel tem uma média de idades muito baixa. A experiência não é muita e essa será a grande diferença em relação ao Sporting, que está forte e na minha opinião é um candidato ao título. Mesmo assim temos trabalhado bem, apesar de algumas dificuldades de treino, e vamos entrar para discutir o jogo.”

 

Jovens inexperientes

O jogador sul-americano diz que essa inexperiência e nervosismo já se fizeram sentir no encontro de sábado passado com o Ka I.

“Entrámos muito bem no jogo, tivemos oportunidades e a equipa caiu depois de passar a ter mais um jogador do que o adversário. Penso que os mais jovens, que estão numa fase de evolução, se acomodaram, pensando que pelo menos era possível conseguir um empate, o que já não seria um mau resultado. Ao intervalo falei com eles, acho que como estrangeiro temos também essa função, mas não pudemos mudar as coisas na segunda parte. Agora queremos que tudo seja diferente, porque temos de reagir e não deixar fugir o Sporting”, afirmou.

Diego, 27 anos, actuava no Sporting do Recife quando entrou na aventura Macau e diz sentir-se bem por estas paragens: “Gosto muito de aqui estar e de jogar no futebol de Macau. Estou já adaptado e até trouxe a minha esposa.”

 

CPK bem orientado

Do lado do Sporting, o técnico João Pegado mantém o discurso de início de temporada e afirma que o Chau Pak Kei é do mesmo campeonato. “Eles pertencem de facto ao nosso campeonato e por isso queremos ganhar. Tenho visto quase todos os jogos e o Chau Pak Kei está bem orientado e possui  bons elementos. Penso que vai ser um jogo equilibrado, no qual quem falhar menos tem mais hipóteses de vencer”.

O homem do sucesso da subida, juntamente com Mandinho, diz que a equipa cumpriu a sua obrigação nestes últimos desafios: “Eram jogos para ganhar e nós cumprimos. Tivemos mérito na vitória com o Monte Carlo, mas como se tem visto eles estão a subir. Vamos ter três jogos complicados, incluindo a Polícia, até terminar a primeira volta e aí vamos ver o verdadeiro Sporting. Temos de estar atentos porque rapidamente podemos cair para o quarto lugar, neste campeonato competitivo.”

Quanto a tácticas, Pegado não irá mudar muito, até porque a equipa vai sorrindo de semana a semana. “Uma está perfeita aos olhos do treinador, mas há sempre coisas a mudar. Vamos tentar continuar a sorrir porque estamos no primeiro lugar, mas para isso é preciso muito trabalho. No que diz respeito à equipa para amanhã, ainda não decidimos se Edgar vai ou não entrar de início para este jogo com o Chau Pak Kei, embora ele já se encontre disponível”.

Este é sem dúvida o desafio de maior cartaz da ronda. De resto, são esperadas goleadas de Monte Carlo e Ka I, com equilíbrio no duelo entre Polícia e Lai Chi.

24 Oct 2014

CAPA DO DIA

24 Oct 2014

Edição de papel actualizada às 16H de Macau

  • MALOCLINIC-Hospital
  • MALOCLINIC-Dental1
  • Uma visão diferente de Macau

    TDM OPINIÃO 20 OUTUBRO

    ver mais videos

    Edições anteriores

    seleccione
    seleccione

    Taxas de Câmbios

    Moeda
    MOP / EUR 0.1049
    MOP / HK 1.0300
    MOP / RMB 0.8123
    MOP / USD 0.1328