A comitiva segue já para Lisboa na próxima sexta-feira e fará um estágio de duas semanas nas instalações de Alcochete. São 27 jovens das escolas de futebol do Instituto de Desporto, com idades entre 9 e 13 anos

 

VÍTOR REBELO

 

Será certamente uma experiência única para estes jogadores, quem sabe futuros craques do futebol, que têm vindo a participar nos treinos das escolas de formação do Instituto do Desporto de Macau (ID).

A deslocação à capital portuguesa acaba por estar integrada no protocolo de cooperação existente entre o ID e a Direcção Geral de Desporto de Portugal.

A delegação só regressa a casa no dia 24 e durante as duas semanas de estágio na Academia do Sporting em Alcochete, vai cumprir um programa diversificado, que não integra apenas os treinos bi-diários de futebol.

A Academia leonina proporciona todos os anos esta possibilidade a jovens jogadores de todas as partes do país e até de equipas estrangeiras.

Os dirigentes sportinguistas mais ligados à formação de talentos, estabelecem anualmente, nesta altura de Verão e de férias dos jovens, um plano de actividades que passam também por actividades culturais, passatempos de vária ordem, como cinema, passeios, piscina, torneios de modalidades extra-futebol, visitas ao Estádio de Alvalade e ao Museu do Sporting, entre outros aspectos muito do agrado dos mais novos.

 

Estágio a sério

Esta vai ser a primeira vez que uma delegação de jovens jogadores de Macau fará um estágio tão a sério em Portugal, aproveitando as excelentes condições oferecidas pela Academia do Sporting, onde a comitiva irá pernoitar e tomar as quatro refeições diárias, pequeno almoço, almoço, lanche e jantar.

Seguem viagem na sexta-feira 27 atletas, distribuídos pelo escalão dos 9 aos 11 anos de idade (16 elementos) e pelo escalão de 12/13 anos (11), acompanhados pelos treinadores Rui Brás e Daniel Dias.

O vice-presidente do Instituto do Desporto, Pun Weng Kun, irá estar ao lado da comitiva nos três primeiros dias, principalmente para a sessão de apresentação e abertura do estágio, regressando depois ao território.

Para o presidente interino do ID, José Tavares, esta é de facto uma excelente experiência para os jovens jogadores: “É óptimo para os miúdos, que vão ter uma primeira experiência do género e tão longe, isto depois de várias saídas aqui perto, em especial no continente chinês. Para além da aprendizagem e proveito que vão ter, também este estágio é bom para os treinadores, uma vez que haverá acções de formação para os técnicos que nessa altura estarão na Academia”.

 

Esforço de Lisboa

Aquele dirigente destaca a colaboração da Direcção Geral do Desporto em Portugal. “Há um esforço da parte da DGD, uma vez que a primeira semana é por conta deles e a segunda é nossa. Os estágios são habitualmente de uma semana, mas nós entendemos que esse período era pouco e por isso conseguiu-se mais uma semana com a colaboração dos dirigentes de Portugal, com quem temos um protocolo assinado, no âmbito da cooperação desportiva”, disse.

Recorde-se que estas escolas de futebol da responsabilidade do Instituto do Desporto de Macau, que integram dezenas de jovens, na maioria de etnia chinesa, mas onde também há portugueses e representantes de outros países como Estados Unidos, Nova Zelândia ou Austrália,  funcionam há já cinco anos, com três treinos por semana.

Nos últimos dias têm estado a efectuar um outro estágio numa aldeia olímpica na região de Cantão, regressando apenas hoje a Macau.

 

Faltam campeonatos

O coordenador é um antigo jogador do território, Pun Veng Keong, que conta com a ajuda dos treinadores Rui Brás, Daniel Dias e Mandinho, este último apenas a entrar no projecto há cerca de oito meses e que não acompanhará a comitiva a Lisboa, por razões pessoais.

“É uma forma de continuar ligado ao futebol e às camadas jovens, num projecto interessante que tem alguns anos e ajuda a colmatar a ausência de actividade para estes escalões. Mas de facto é pena não existirem, por exemplo, campeonatos de infantis. Por isso é que os miúdos têm feito alguns jogos na China, região de Cantão e têm agora esta grande oportunidade de estagiar em Portugal”, salienta Mandinho, que apenas havia feito uma experiência, nos juniores do Monte Carlo, como treinador de escalões jovens do futebol, ele que é, como se sabe, um dos técnicos (ao lado de João Pegado) do Sporting Clube de Macau, recém-promovido à Liga de Elite.

 

Academia de elevado nível

20130805-106p

Comitiva integra 27 jovens das escolas de futebol do ID

A Academia do Sporting quase dispensa apresentações, sendo considerada actualmente a melhor escola de formação de jogadores da Europa e uma das melhores do mundo.

Foi fundada em Junho de 2002 com a designação de Academia Sporting-Puma, sendo posteriormente remodelada, em Setembro de 2006, funcionando até hoje como local de treinos de todos os escalões do futebol leonino, incluindo a equipa principal.

Abriu portas nos últimos anos a vários clubes com jogadores jovens do país e estrangeiro, para a realização de estágios e prospecção de talentos.

O espaço da Academia, que serviu curiosamente para estágio da selecção portuguesa de futebol antes do Campeonato da Europa de 2004, para além de clubes estrangeiros como Borussia Dortmund, é composto por vários campos de futebol com relvado natural, um campo de piso artificial e um recinto coberto. Contém ginásios, centro médico e outros de apoio aos visitantes.

O campo principal dispõe de uma bancada, parcialmente coberta, capaz de albergar cerca de mil espectadores.

O complexo possui igualmente outras infra-estruturas, como auditório e salas para conferências de imprensa, reuniões e apresentações.

 

Certificação internacional

A Academia, que se situa no concelho de Alcochete, arredores de Lisboa (a 30 minutos do aeroporto) e que ocupa uma área total de 250 mil metros quadrados, foi a primeira do género na Europa a receber o certificado de qualidade ISO9001, muito contribuindo para tal distinção factores como recrutamento de jogadores, formação desportiva, acompanhamento médico-desportivo, formação pessoal e social e programas lúdico-desportivos.

Foi ali que despontaram muitas das actuais vedetas do futebol português, como Paulo Futre, Luís Figo, Cristiano Ronaldo ou Nani.

O Sporting está a organizar nesta altura as Férias Academia 2013, que se iniciaram em Julho e vão prolongar-se até 24 de Agosto, albergando centenas de jovens jogadores.

Entre 12 e 24 será a vez dos jogadores de Macau treinarem, aprenderem e confraternizarem e, quem sabe, mostrarem talento suficiente para serem convidados pelos muitos “olheiros” que certamente vão andar à volta dos campos da Academia, para apreciarem as qualidades de jogadores destes escalões.