Administrador - José Rocha Diniz | Director - Sérgio Terra | Nº 5210 | Segunda-feira, 27 de Março de 2017

ESTATUTO EDITORIAL

Resultante da fusão de dois dos mais antigos jornais de Língua Portuguesa de Macau – o Jornal de Macau e a Tribuna de Macau – e do apoio do prestigiado jornal português Diário de Notícias, o novo matutino JORNAL TRIBUNA DE MACAU (JTM) tem como principal objectivo assegurar a continuidade da publicação em Macau, de um jornal em língua portuguesa, muito para além de 20 de Dezembro de 1999, possibilitando que os falantes de Língua Portuguesa no Território mantenham o direito a ser informados com verdade, rigor e isenção, contribuindo para que se mantenham vivas as ligações entre as sociedades de Portugal e da Região Administrativa Especial de Macau e difundindo os eventos locais pelos milhões de falantes portugueses, incluindo as comunidades de macaenses espalhadas pelo mundo.

O JTM constitui, sem prejuízo da sua vivacidade jornalística, um traço de união entre todos os portugueses, independentemente das suas opiniões políticas ou crenças religiosas, desempenhando um papel moderador dos conflitos que se manifestem na comunidade;

O JTM assegura nas suas páginas, a possibilidade de expressão e confronto das diversas correntes de opinião existentes em Macau e Portugal;

O JTM verifica escrupulosamente, as fontes noticiosas utilizadas e procura identificá-las com precisão, reservando-se o direito de analisar, caso a caso, as circunstâncias excepcionais que possam justificar o recurso, nos termos da lei, à respectiva confidencialidade, constituindo-se o jornal em garante da sua autenticidade;

O JTM estabelece, rigorosamente, a distinção entre notícias e comentários, na base do princípio de que “os factos são sagrados, os comentários são livres”, sem prejuízo de ordenar, relacionar e explicar os acontecimentos relatados;

O JTM assume a responsabilidade de emitir opinião própria, sempre de acordo com uma linha editorial que se define pelas seguintes características:

-      Liberdade crítica e autonomia em relação a quaisquer entidades ou forças políticas, económicas, ou de outra natureza;

-      Vinculação aos princípios democráticos nos domínios político, económico, social e cultural;

-      Respeito pelas normas consagradas na Declaração Universal dos Direitos do Homem e no Estatuto Orgânico de Macau ou na Lei Básica Região Administrativa Especial de Macau, após 20 de Dezembro de 1999;

-      Defesa dos valores próprios da comunidade portuguesa nascida e residente em Macau, numa perspectiva de desenvolvimento económico e justiça social para toda a população;

-      Combate e denúncia das violações dos direitos fundamentais do homem universalmente consagrados;

JTM hierarquiza o seu noticiário segundo critérios de natureza jornalística, procurando avaliar a sua importância relativa, com a objectividade possível;

O JTM preza um conceito de seriedade jornalística e não cede ao apelo fácil do sensacionalismo, que procede através do empolamento do escândalo político, do crime e do sexo;

O JTM rejeita o jornalismo de tipo confidencial, que não hesita perante a devassa à intimidade da vida privada dos cidadãos, do mesmo modo que se recusa a conduzir campanhas com o objectivo de denegrir a reputação de pessoas ou instituições;

O JTM garante aos seus profissionais de jornalismo o pleno respeito dos princípios éticos da Imprensa consagrados na Lei de Imprensa em vigor no Território e pelo Código Deontológico e Estatuto dos Jornalistas Portugueses;

O JTM segue a orientação definida, nos termos da Lei de Imprensa e por este Estatuto Editorial, tendo como limites os princípios consagrados nos Estatuto Orgânico e futuramente na Lei Básica da RAEM.

 

27 MAR 2017

CAPA DO DIA

27 MAR 2017

Edição de papel actualizada às 15H de Macau

  • logo-300x250
  • OPINIÃO DE JOSÉ ROCHA DINIZ

    Macau, um destino de sonho

    ver mais videos

    Edições anteriores

    seleccione
    seleccione

    Taxas de Câmbios

    Moeda
    MOP / EUR 0.1218
    MOP / HK 1.0300
    MOP / RMB 0.9118
    MOP / USD 0.1326