A prova da Guia terminou mais cedo do que o previsto, com três pilotos inesperados a alcançar as três primeiras posições, depois de um acidente com várias viaturas. Ryo Michigami é o primeiro japonês a integrar o pódio temporário desta prova da WTCC

 

Depois de uma paragem abrupta, Mehdi Bennani ficou com o primeiro lugar na corrida de abertura da etapa da prova da Guia, que integra novamente este ano o Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA (WTCC). Ryo Michigami tornou-se o primeiro japonês a integrar o pódio de uma etapa da competição.

É preciso explicar: no Circuito da Guia, a prova final do Mundial de WTCC realiza duas sessões, a manga de abertura e a manga principal. Na primeira, faz-se uma sessão em que os dez primeiros pilotos partem com as posições invertidas. A manga principal, que  só se corre na manhã de hoje, a partir das 10H40, é que vai determinar o vencedor da etapa de Macau e o Campeão Mundial de WTTC.

A manga de ontem, foi bastante rápida. Um acidente com uma batida do carro do húngaro Norbert Michelisz levou à sua suspensão.

De imediato se percebeu que seria demorado retirar da pista todos os carros, pelo que a Organização não tinha outra alternativa senão anunciar que esta manga não iria recomeçar.

Assim, e de forma imprevista, o piloto marroquino Mehdi Bennani, último classificado após uma penalização a Nestor Girolami ter feito com que a inversão dos 10 lugares lhe desse a liderança da partida na corrida, e não ter obtido qualquer tempo nos treinos cronometrados do dia anterior, acabou na primeira posição.

Bennani que arrancara em primeiro já tinha passado a curva antes do acidente e apesar dos 2:27.549 que correspondem a mais dois segundos do que tinha conseguido no primeiro treino, não cronometrado foi considerado o vencedor desta manga de abertura.

Com uma vitória tão inesperada, não surpreende a alegria do piloto que andou aos saltos antes de desfraldar a bandeira do seu país enquanto a maioria dos carros ainda estavam “embrulhados” na zona do acidente.

O piloto marroquino subiu ao pódio com o holandês Tom Coronel, que ficou em segunda posição com um tempo de 2:27.834 e o japonês Ryo Michigami, que com 2:27.830 terminou com direito ao terceiro lugar, tendo-se tornado o primeiro piloto japonês a chegar ao pódio na WTCC. “Fiz um erro ao começar e fiquei frustrado, mas tentei compensar isso”, comentou, mostrando-se de seguida feliz pela posição obtida e pela sua equipa. O líder na tabela geral da WTCC, Thed Byork, ficou em quarto, e Norbert Michelisz em quinto.

É a terceira vitória de Bennani nesta temporada da WTCC. “Tive muita sorte em começar a corrida em primeiro lugar, mas estou muito contente. Vencer em Macau é muito especial”, disse o piloto, acrescentando que esta vitória lhe permite correr hoje “mais confiante”. Já só há mais uma etapa da WTCC depois desta corrida, pelo que as posições hoje obtidas são determinantes para os pontos finais.

Hoje, corrida final começa na posição normal, com o vencedor das provas qualificativas, o britânico Robert Huff, que tem o melhor tempo de 1.23.995 a sair em primeira posição, seguido de Norbert Michelisz a 4 décimas de segundo e o britânico Tom Chilton a quase 1 segundo do primeiro.

Tom Coronel sai da oitava posição e Mehdi Bennani da nona. A manga de hoje demonstra, contudo, que tudo pode acontecer, hoje, naquela que é a penúltima prova do Mundial do WTTC.

 

S.F.