Tondela e Arouca estão na luta pela permanência
Tondela e Arouca estão na luta pela permanência

Arouca, Moreirense e Tondela são os “candidatos” a fazer companhia ao já despromovido Nacional. Nervos em franja na última jornada da I Liga Portuguesa

 

Costa Santos Sr*

 

A última jornada da Liga Portuguesa 2016/17 está longe de ser tranquila para algumas equipas que, naturalmente, não querem enfileirar no lote das que descem de escalão. Pelo meio, ainda há outros conjuntos que procuram vitórias para um lugar na Europa (o caso do Marítimo, que só precisa de mais um ponto) e para subidas na classificação, como o Boavista e Rio Ave.

Desde logo, os jogos Moreirense-FC Porto, Estoril-Arouca e Tondela-Sporting de Braga, concentram todas as atenções pelo facto de estarem em causa equipas no lote da descida.

E para se aferirem bem as dificuldades, basta dizer que o Arouca poderá descer se perder de forma a ver anulada a vantagem de três golos que tem em relação ao Tondela. O Tondela descerá se perder com o Sporting de Braga; o Moreirense descerá se empatar ou perder mas, desde que o Tondela ganhe.

Neste “imbróglio” só um sairá eliminado. Qual? É difícil apontar…

Mais complicada para a conquista do ponto que lhe falta para garantir um lugar europeu, parece ser a tarefa do Marítimo que visita o Paços de Ferreira. Nada é impossível, mas essa ansiedade poderá trair o desejo…

Boavista e Nacional, nos extremos da animação, jogam pela honra das camisolas. Ao Bessa vai o Benfica já com o tetra no “bolso”, descontraído e, seguramente, em ar de festa. Muitas vezes essa “desinibição” até “faz” jogar mais e melhor. No Funchal, a equipa da casa terá o desejo de sair com uma vitória, frente ao Vitória de Setúbal, uma equipa que já não vence há um ror de jogos.

Rio Ave e Vitória de Guimarães, nos seus redutos, têm Belenenses e Feirense como opositores. Com tudo definido, importa ganhar, mas o espectáculo poderá até ser de qualidade.

Em Alvalade, já com a próxima época em preparação, poderá ser a última chance para alguns jogadores cuja continuidade entre os “leões” parece estar em dúvida. No meio disto tudo, naturalmente, os adeptos só querem um resultado: a vitória.

 

* Jornalista profissional especializado em desporto