Froome vence a “Vuelta”

O ciclista britânico Chris Froome (Sky), que no domingo venceu a Volta a Espanha pela primeira vez, afirmou em Madrid que o triunfo é “simplesmente incrível” e um êxito que procurava há seis anos. “Tenho estado a lutar por esta vitória durante seis anos e em três fiquei no segundo lugar. Por isso, é fabuloso chegar ao primeiro lugar pela primeira vez”, explicou o britânico, de 32 anos, já depois de ter subido ao pódio na praça Cibeles para receber o troféu de vencedor da geral, da classificação combinada e da tabela por pontos. Froome é o 10.º ciclista a conseguir vencer duas ‘grandes voltas’ no mesmo ano, conseguindo a ‘dobradinha’ Tour-Vuelta, o que não acontecia desde o triunfo do francês Bernard Hinault, em 1978.

 

Rafael Nadal soma 16.º ‘Grand Slam’

O espanhol Rafael Nadal, líder do ‘ranking’ mundial, dominou por completo o sul-africano Kevin Anderson, ‘rookie’ nestas andanças, e conquistou NO domingo o 16.º ‘Grand Slam’ da carreira e terceiro no Open dos Estados Unidos. O maiorquino não permitiu que o 32.º jogador da hierarquia conseguisse um único ponto de ‘break’ e só o ‘deixou’ uma vez chegar às vantagens, precisamente quando serviu para fechar o encontro, por 6-3, 6-3 e 6-4, a fim de duas horas e 27 minutos. “Foram duas semanas muito especiais e um ano inacreditável, depois de ter passado por muitos problemas por causa das lesões. Agradeço as oportunidades que a vida me deu”, afirmou Rafael Nadal, ainda em pleno ‘court’ Arthur Ashe.

 

Martina Hingis ganha 25.º ‘Grand Slam’

A tenista suíça Martina Hingis, já vencedora em pares mistos, repetiu o ‘bis’ de 2015 e venceu também a variante de pares femininos do Open dos Estados Unidos, conquistando o 25.º ‘Grand Slam’ da sua carreira. Depois de ter arrebatado um primeiro título em Flushing Meadows ao lado do britânico Jamie Murray, repetindo Wimbledon, a ex-numero 1 do ranking feminino, agora com 36 anos, somou o segundo ceptro, formando dupla com Yung Jan Chan, de Taiwan.