O Manchester United perdeu os primeiros dois pontos da temporada, ao empatar (2-2) no terreno do Stoke City, e deixou-se apanhar pelo Manchester City na liderança da Premier League

 

Na quarta jornada, os ‘red devils’ estiveram em desvantagem aos 43 minutos, mas, ainda antes do intervalo, refizeram a igualdade, por Rashford, que, sem querer, desviou um cabeceamento de Pogba, após um canto.

Na segunda parte, o belga Lukaku consumou a reviravolta no marcador, aos 57 minutos, mas o United permitiu que a equipa de casa chegasse ao empate, aos 63, num lance com muitas culpas para o central Phil Jones.

Pela primeira vez esta época, a formação de José Mourinho não venceu um encontro na ‘Premier League’ e passou a liderar na companhia do vizinho e eterno rival Manchester City, com 10 pontos.

No jogo que deu início à jornada, o City esmagou o Liverpool, por 5-0, num encontro que ficou também marcado pela lesão de Ederson, ex-guarda-redes do Benfica, numa entrada brutal de Sadio Mané que lhe valeu a expulsão.

O City colocou-se em vantagem aos 24, graças a Sergio Aguero, e antes do intervalo aumentou a diferença, por Gabriel Jesus. Na segunda parte, o avançado brasileiro voltou a ‘facturar’, e o alemão Leroy Sané confirmou a goleada com um ‘bis’.

Um ponto atrás da dupla de líderes está o campeão Chelsea, por 2-1, no campo do Leicester, com golos de Morata, aos 41 minutos, e de Kante, aos 50. Vardy, na marcação de uma grande penalidade, reduziu a diferença, aos 62.

Logo atrás, no quarto lugar com oito pontos, aparece com surpresa o Watford, treinado por Marco Silva e que se mantém imbatível indo vencer a Southampton por 2-0.

O Tottenham venceu por 3-0 no campo do Everton, com Harry Kane a assinar um ‘bis’ e um golo do dinamarquês Eriksen.

Depois de duas derrotas seguidas, incluindo um pesado 4-0 em Liverpool, o Arsenal bateu em casa o Bournemouth, por 3-0, com Wellbeck em destaque.  Destaque ainda para a primeira vitória do recém-promovido Brighton, que recebeu e bateu o West Bromwich por 3-1.

Ontem, o Burnley venceu o Crystal Palace por 1-0, e mais tarde jogava-se o Swansea-Newcastle. A jornada termina hoje com o West Ham-Huddersfield

 

Barcelona foge ao Real

Em Espanha, um ‘hat-trick’ de Lionel Messi ‘empurrou’ o Barcelona para uma goleada (5-0) sobre o vizinho Espanyol, que vale aos catalães quatro pontos de vantagem sobre o Real Madrid, após três rondas da Liga espanhola.

O ‘Barça’ mantém o pleno de triunfo, enquanto o campeão em título Real Madrid, cedeu o segundo empate consecutivo em casa, perante o Levante (1-1). Ainda sem o castigado Cristiano Ronaldo e com algumas poupanças, os madrilenos estiveram mesmo a perder, por culpa de um tento de Ivi, aos 12 minutos.

Com os mesmos cinco pontos dos ‘merengues’, seguem também o Valência e o Atlético de Madrid, que empataram a zero, no Mestalla, mantendo-se ambos sem perder.

Na frente, o Barcelona acabou por ser alcançado pela Real Sociedad (ganhou 4-2 no reduto do Deportivo). Esta dupla lidera com mais dois pontos do que o Sevilha, que recebeu e bateu o Eibar por 3-0. Na sexta-feira, no arranque da ronda, o Leganes cedera os primeiros pontos, ao perder por 2-1 na recepção ao Getafe.

Na Alemanha, o  Bayern Munique perdeu em Hoffenheim por 2-0, na terceira jornada da Liga alemã de futebol, somando a primeira derrota na prova e deixando o seu adversário na liderança, junto a Borussia Dortmund e Hannover. O ‘carrasco’ da equipa bávara foi o avançado Mark Uth, autor dos dois golos do Hoffenheim, o primeiro aos 27 minutos, a aproveitar uma desconcentração fatal de Mats Hummels.

O Borussia Dortmund, por seu lado, não foi além de um ‘nulo’ no terreno do Friburgo enquanto o Mainz venceu por 3-1 o Bayer Leverkusen, o Augsburgo derrotou o Colónia por 3-0, o Borussia Möchengladbach deixou-se surpreender em casa por 1-0 pelo Eintracht Frankfurt e o Wolfsburgo não conseguiu melhor do que um empate a um golo na recepção ao Hannover.