Na primeira volta, o Benfica venceu o Braga por 3-1
Na primeira volta, o Benfica venceu o Braga por 3-1

A viagem encarnada ao Bom Jesus vai marcar a 18ª jornada da I Liga Portuguesa, mas na Amoreira e Alvalade também não se pensa em turismo de Inverno

 

Costa Santos Sr*

 

Começa a segunda volta da I Liga Portuguesa e, com ela, a necessidade de errar o menos possível, confirmar lugares na classificação e, principalmente, procurar trepar alguns degraus para atingir objectivos.

Entre os grandes e numa antevisão tão subjectiva quanto teórica, os “espinhos” encaixam-se na missão do campeão nacional, na sua visita a Braga. Se a história diz que é tradicionalmente difícil seja qual for a classificação das equipas, mais difícil será com os encarnados a não poderem ceder um “milímetro” e os “guerreiros” a desejarem manter distâncias para o quinto classificado. Um jogo de “tripla”, muito embora se possa adiantar um ligeiro favoritismo dos “lisboetas”.

Mas o FC Porto, na sua visita a Amoreira, não terá tarefa mais facilitada. Se atendermos aos propósitos dos estorilistas e à necessidade imperiosa de pontuar para, pelo menos, continuarem a ter alguma esperança, perspectivamos um jogo de muita entrega, muito coração e nervo. Os “dragões” têm talento e arte para aplicar a terapêutica necessária, mas fácil não será! Tal como em Alvalade, onde outro “aflito” – o Aves – vai apostar tudo para não sair de mãos vazias.

Tondela, Belenenses e Paços de Ferreira – que estão obrigados a pontuar – recebem Feirense, Rio Ave e Marítimo. Mesmo a jogar em casa, a tarefa é muito complicada ante equipas que estão numa posição tranquila na tabela, excepção para o Feirense, quase com os pés na linha “de água”. O Paços de Ferreira, que ficou sem Petit como treinador, joga mesmo uma partida de muita “aflição”. Ou começam a recuperar já ou tudo se complicará jornada a jornada.

Também Boavista, Chaves e Moreirense que recebem Portimonense, V. Guimarães e V. Setúbal, têm tarefas muito complicadas, em que o factor casa não servirá para desequilibrar forças, podendo muito bem acontecer a divisão de pontos.

 

*Jornalista profissional especialista em desporto