O Arsenal, detentor da Taça de Inglaterra de futebol, deixou a competição sem glória, depois de perder por 4-2 no terreno do Nottingham Forest, equipa do escalão secundário

 

O jogo em Nottingham, ainda da terceira ronda, salda-se por um resultado nada habitual para os “gunners”, que há 110 anos não sofriam quatro golos de uma equipa de um escalão secundário. Para Arsene Wenger, a tarde será também de “má memória” – o histórico técnico da equipa nunca tinha sido afastado na terceira ronda da prova.

Mesmo tendo em conta que o Arsenal jogou sem a grande maioria dos titulares, o resultado fica como a grande surpresa da prova, nesta fase da competição, tanto mais que o Nottingham Forest está francamente mal classificado na segunda divisão (14º).

Vitória justa da equipa da casa, pelo que fez na partida, com nove remates contra apenas quatro dos “gunners”, sem quaisquer soluções para virar uma eliminatória que cedo pendeu para o Forest. Com efeito, o 1-0 chegou aos 20 minutos, marcado pelo lateral direito Eric Lichaj. Mertesacker ainda empatou, aos 23, e aos 44 Lichaj, de novo, protagonizou um grande golo.

Na baliza dos “gunners”, Ospina já tinha por duas vezes (32 e 44) negado o golo aos anfitriões, pelo que o resultado ao intervalo era justíssimo. Mais dois golos para o Forest na segunda parte, ambos de grande penalidade: Brerenton, aos 64, e Dowell, aos 85, foram os marcadores. Pelo meio, aos 80, Welbeck reduziu para o que então era o 3-2, o que não chegou para relançar a equipa londrina na corrida.

Já o Tottenham eliminou o Wimbledon, do terceiro escalão, por 3-0. O goleador Harry Kane regressou aos golos, após dois jogos, e bisou na partida aos 63 e 65. Viria a sair a dez minutos do fim, para a ovação em Wembley. Com a eliminatória segura, ainda houve tempo para o 3-0, de Jan Vertonghen, que já não marcava pelos Spurs vai para cinco anos.

Quanto ao West Ham, fez um “nulo” em casa do Shrewsbury Town, do terceiro escalão, e leva o desempate para Londres, enquanto o Newport (terceiro escalão) afastou o Leeds (segundo), com 2-1.

 

JTM com Lusa