Xangai vai criar uma “cidade da ciência”, com cerca de 700 mil residentes, entre cientistas, empresários e profissionais, que trabalharão em centros de investigação, informou o jornal Shanghai Daily. Com 94 quilómetros quadrados, o projecto, designado Zhangjiang Science City, incluirá o já existente Zhangjiang Hi-Tech de Pudong, e vai-se situar na região sudeste da cidade. Segundo o plano aprovado pelo governo local, vai gerar 880 mil empregos. A cidade da ciência pretende estar a par da norte-americana Silicon Valley, o Parque Científico One North, de Singapura, ou a cidade japonesa da ciência Tsukuba, e deverá estar concluída em 2020. “Para atingir esse objectivo, serão reunidos os melhores profissionais inovadores do mundo, centros científicos nacionais, universidades lideres, institutos de investigação e centros I+D de empresas multinacionais”. A cidade de Zhangjiang vai incluir dezenas de laboratórios para projectos científicos e centros de investigação de universidades de renome, acrescenta o jornal.